Métodos de Produção II – Hidrodestilação e Enfloragem (Enfleurage)

Hidrodestilação

Geralmente usado em: folhas, ervas, sementes e flores, mas nem sempre é indicado para extrair-se o óleo essencial de raízes e madeiras porque devido ao demorado tempo de destilação destes materiais, a água pode evaporar-se toda do destilador e a planta queimar-se.

O Método:

Os materiais da planta são completamente emergidos na água, como num chá e então destilados. A temperatura não excede os 100ºC, evitando desta forma a perda de compostos mais sensíveis a altas temperaturas como na destilação a vapor. Este é o mais antigo método de destilação e o mais versátil. É comumente empregado quando se conta com pouco recurso financeiro, e nestes casos, a destilação é um processo todo artesanal. Costuma ser usado para extração do óleo essencial de algumas flores como a rosa e neroli e também de raízes, madeiras e cascas.

Enfloragem (Enfleurage)

O mais belo dos métodos! A alma das flores captada e eternizada!

Geralmente usado em: pétalas de flores que tem compostos sensíveis demais para usar outros métodos, e que tem uma quantidade pequena de óleos essenciais.

 O Método:

Na enfloragem são utilizadas flores frescas que tem baixo teor de óleos essenciais e que são extremamente delicadas, ao ponto de não poderem ser usadas outros métodos mais práticos. Algumas dessas flores, como é caso do jasmim, podem continuar a produzir seu perfume até 24 horas depois de retiradas da planta.

O método propriamente dito consiste basicamente em colocar tais pétalas em um chassi que é uma armação com placa de vidro recoberta de gordura e compostos preservativos por ambos os lados. Estas placas são postas umas sobre as outras, de modo a evitar o contato direto com o ar. As pétalas são substituídas por outras frescas por um período que pode variar conforme o caso, mas usualmente tende a ser 24 horas.

Após 8 a 10 semanas, a gordura, que age como uma esponja absorvendo o aroma chega a seu ponto de saturação em relação aos óleos das flores, adquirindo aspecto de pomada. A gordura é removida e adicionando álcool à mistura é possível separar o óleo essencial da gordura, pois o óleo essencial é mais solúvel no álcool. Aí então teremos o absoluto. Este é um processo difícil e demorado. Hoje, este método praticamente não é feito mais. Para tal processo são necessárias cerca de 126 mil flores para se obter 1kg de óleo essencial.

Fontes:

http://www.laszlo.ind.br/default.asp?pagina=extracao

http://oleosessenciais.org/tag/enfleurage/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s