Yuzu (Citrus ichangensis × Citrus reticulata)

Resultado de imagem

Yuzu (Citrus ichangensis × Citrus reticulata, antigamente Citrus juno) é uma fruta cítrica originária da China. O fruto é cultivado principalmente no Japão, onde foi introduzido durante a Dinastia Tang. Também é chamado de Cidra do Japão.

Os frutos são amarelos ou alaranjados e de tamanho variando entre 5,5 e 7,5 centímetros de diâmetro. No Japão, durante o final do outono a fruta amadurece. É incomum as plantas cítricas serem resistentes ao frio, entretanto, devido à descendência do Yuzu em relação ao C. ichangensis, ele consegue crescer em regiões com invernos com temperaturas que chegam a -12°C, onde os cítricos mais sensíveis não conseguiram sobreviver. No Japão, uma versão ornamental do yuzu – chamado hana yuzu – é cultivado por sua flor e não pelo seu fruto. Outra variedade de yuzu com uma casca nodosa é chamada de shishi yuzu.

Resultado de imagem para Citrus Junos yuzu

O sabor do yuzu é ácido, lembrando o da uva, com um toque de tangerina. Raramente ele é comido como uma fruta normal, embora na culinária japonesa sua casca aromática seja usada para decorar alguns pratos e seu suco seja normalmente usado como tempero, do mesmo modo que se usa o limão em outras cozinhas. Também é usado em chás, sucos, sorvetes, bebidas alcoólicas, compotas e doces.

No começo do século XXI, o yuzu foi gradativamente sendo usado pelos chefs de cozinha nos Estados Unidos e em outros países ocidentais, recebendo atenção em um artigo de 2003 no The New York Times. A Hartwall, uma fabricante finlandesa de refrigerantes, lançou uma edição limitada de soda que contém yuzu. Também foi utilizado em cervejas na Holanda, sendo chamada de iKi, e em uma cidra finlandesa chamada Gonden Cap Black.

O óleo de sua casca é vendido como fragrância. Possui cheiro cítrico agradável com um tom floral. No Japão, tomar banho com yuzu no solstício de inverno é um costume popular. Os frutos inteiros são deixados flutuando na água quente do banho (às vezes dentro de uma bolsa) liberando seu aroma. A fruta também pode ser cortada pela metade, permitindo que seu suco cítrico se misture com a água do banho. Acredita-se que o yuzu-yu, ou banho de yuzu protege contra gripes, aquece o corpo e relaxa a mente. O óleo do fruto produz um efeito tônico que estimula o sistema circulatório e o sistema digestivo.

Resultado de imagem para yuzu bath

O óleo essencial do yuzu é obtido através da pressão a frio do fruto produzindo um óleo de cor amarela pálida com um aroma cítrico requintado. Sua fragrância existe em algum lugar entre grapefruit e tangerina, com toques sutis de bergamota e limão, além de tonalidade picante e floral. O óleo essencial de yuzu não é produzido em grandes quantidades, portanto, é muito caro quando comparado a outros óleos provenientes de frutos cítricos.

Usado em aromaterapia, o óleo de yuzu é muito semelhante ao da bergamota, tendo efeito refrescante e estimulante sobre o corpo. Também tem ação anti-bacteriana que o torna eficaz no combate a resfriados e gripes.

Fontes:

https://pt.wikipedia.org/wiki/Yuzu

http://www.osmoz.com.br/enciclopedia/materias-primas/citrico/168/yuzu-citrus-junos

http://www.quinessence.com/yuzu

http://citruspages.free.fr/papedas.html

Douceur de Vanille, Les Nereides

Resultado de imagem para Douceur de Vanille Les Nereides

Les Nereides é uma marca de acessórios e bijuterias francesa. E também faz perfumes.

As nereidas eram ninfas do mar, gentis e generosas, sempre prontas a ajudar os marinheiros em perigo. Por sua beleza, as nereidas também costumavam dominar os corações dos homens. São representadas com longos cabelos, entrelaçados com pérolas, acompanhadas de golfinhos e cavalos-marinhos. Trazem à mão ora um tridente, uma coroa, ou um pedaço de coral. Algumas vezes são representadas como as sereias, metade mulher, metade peixe.

Se você visitar o site da marca, vai achar que de fato as bijuterias foram criadas para ninfas, fadas e sereias! Uma coisa mais linda do que a outra!

Quando comprei o Douceur de Vanille estava receosa de ter gasto dinheiro em outro perfume onde a protagonista seria a baunilha culinária, daquela que a Dr. Oetker nos apresentou faz tempo. E ainda bem, estava enganada!

Encontrei duas possíveis traduções para Douceur de Vanille, seriam elas ‘suavidade de baunilha‘ ou ‘doçura de baunilha‘. Mas a tradução perfeita, pensando no perfume, seria ‘suavidade da doçura da baunilha‘.

Ele é tão delicado! Vamos imaginar…

Temos aqui um recipiente cheio de talco infantil. Você está na cozinha, e acaba confundindo o talco com farinha! Sem pensar duas vezes,  mistura lá uma boa caneca de açúcar de baunilha, uma colherada de cacau em pó e leite de amêndoas. Percebe então que o cheiro, embora maravilhoso, não te faz pensar em um preparo culinário. E aí se dá conta da deliciosa confusão!

Douceur de Vanille é uma baunilha delicadíssima, macia como pele de bebê. Tão polvorosa, tão fofa, tão aconchegante!

Ainda sinto no perfume uma nuance almiscarada toda funcional, coisa de amaciante de roupas e sabão em pó. Também tem uma rosa poeirenta e quase retrô!

É um abraço líquido, o Douceur de Vanille! Me trás a mesma sensação que me trás cheirar um frasco de óleo Johnson’s. Talvez fosse essa a sensação que os marinheiros em perigo encontravam ao receber a ajuda das gentis nereidas…

Notas olfativas – baunilha, amêndoa, anis-estrelado, cacau, rosa.

Resultado de imagem para nereides. warwick goble

 

Resultado do Sorteio – Coleção Barista

flash2

Hoje é um lindo dia. Oficialmente começa a primavera, é sexta e tem resultado do sorteio dos 5 perfumes da Coleção Barista!

Tivemos 37 inscritos, o sorteio foi feito através da ferramenta True Randon Number Generator. Aliás adoro esse nome, digno daqueles canais de vendas da TV.

Divulgo aqui o nome dos 5 ganhadores. O email será passado ao Daniel Barros, que fará o contato para combinar o envio do perfume!

Breno Guariento

Júnia Cristina Vaz Vieira

Luciana

Carlos Frederico Rocha Abobreira

Gabriel alabarse

Parabéns aos ganhadores!

1tumblr_lgp6q5nhe21qcjtu8o1_500

 

 

Enchanted Golden Absolute, Chopard

Resultado de imagem para Enchanted Golden Absolute Chopard

A Chopard não é uma marca muito conhecida por aqui. Na verdade, a Chopard é uma relojoaria e joalheria suíça fundada por Louis-Ulysse Chopard em 1860 e somente em 1992, em parceria com a L’Oreal lançou seu primeiro perfume.

Eu conheço alguns perfumes da marca – como o Casmir e o Madness – e tenho imenso amor por eles. Foi por isso que o Enchanted Golden Absolute chamou minha atenção. E também porque estava bem baratinho em um leilão do Ebay…

O vidro é belíssimo, todo dourado e traços delicados. A tampa guarda dentro de si pequenas ‘bolinhas’ cristalinas. Pensei em um pomo, uma fruta de ouro vinda direto do jardim das Hespérides!

Resultado de imagem para hesperides

A caixa é daquelas gigantescas, com encaixe aveludado para o vidro.

Começa com frutas farinhentas bem doces e jasmins! Sabe fruta farinhenta? Elas não estão sumarentas, azedinhas. É daquelas nectarinas e ameixas importadas, graúdas e de polpa ‘fofa’, o açúcar bem concentrado. Estão quase murchando na verdade… mas não vão apodrecer. Vão secar e conservar sua doçura.

O jasmim é sedutor e alegre! Dá jovialidade e ‘levanta’ o perfume!

Tem outra flor bem feminina com a cara dos perfumes dos anos 80, o ylang-ylang. Flor bombástica, retrô!

Tem no fundo notas amadeiradas acompanhadas de um patchouli intenso, doce e – mais uma vez – com pinta dos perfumes bomba oitentistas.

Perfume delicioso, deixa rastro poderoso e dura horas a fio na pele (na caixa vem escrito que ele é um Elixir de Parfum). É um oásis encontrar um perfume destes lançado em 2013, justamente quando a grande maioria das marcas se dedica a florais açucarados sem personalidade.

Pois é, vale à pena dar atenção a marcas de perfumes não tão festejadas, não tão faladas por aí. A gente encontra tantas pérolas!

Notas de saída – ameixa, jasmim.

Notas de coração – ylang-ylang, patchouli.

Notas de fundo – madeira guaiac.

SORTEIO!!!! 5 perfumes da Coleção Barista!!!! Vai perder?

 

14237703_643255025838100_5575417899770619622_n

Ficou curioso com os perfumes da Coleção Barista citados nos posts anteriores? E se eu contar que você tem a oportunidade de ganhar um perfume da coleção para conhecer de pertinho, para chamar de seu? Então vamos falar de coisa boa e não é da TopTherm!

O Daniel Barros disponibilizou 5 frascos de 9ml dos perfumes da coleção para sorteio aqui no blog! Como você pode participar? Tem que seguir umas regrinhas, mas tudo muito simples!

• Os interessados devem curtir a página da Ego in Vitro no Facebook.

• Devem compartilhar o link de divulgação da coleção.

• Compartilhar o link desta postagem para que os seus amiguinhos possam saber do sorteio e concorrer!

• Devem preencher o formulário abaixo com os dados solicitados.

Dentro de 10 dias ocorrerá o sorteio. Os nome dos 5 ganhadores será divulgado aqui no blog. Seus dados de contato irão para o Daniel Barros, aí é só escolher o perfume e receber aí no conforto do seu lar! Moleza heim!

lanc3a7amentobaristaeiv

Vamos participar, gente!

Python & Flowers, Mahogany

Resultado de imagem para mahogany python flowers

Primeiramente agradeço a Mahogany pelo envio de um imenso kit com 36 amostras de perfumes da marca!

Vou falar de um dos perfumes que testei e gostei bastante, o Python & Flowers. Usei por dois dias seguidos e depois fui buscar referências sobre ele na internet, já com uma série de impressões dentro da cabeça. Só fui confirmar mesmo…

A primeira coisa que me chamou a atenção foi o frasco, todo trabalhado na estampa pele de cobra. Pensei nas criações do Roberto Cavalli (que ama animal print). É bem bonito e remete ao perigo e ao ‘veneno’ da mulher sedutora e fatal que usa o perfume.

Quando usei o Python, tive a sensação que já o conhecia de algum lugar, parecia com outro perfume mas eu não sabia qual era até então.

Python & Flowers começa com notas cítricas adocicadas e um toque herbal que tem pinta de especiaria.

Logo surge uma rosa polvorosa que me fez pensar na rosa que existe no Flower da Kenzo.

E em questão de segundo fui invadida por um patchouli canforado delicioso, baunilha licorosa, resina picante e ao mesmo tempo cremosa, macia.

E aí me lembrei do nome do perfume associado, é o Midnight Poison da Dior!

Aos ‘órfãos’ do adorado perfume descontinuado pela Dior, Python & Flowers vai trazer uma boa lembrança e fazer suspirar de saudosismo.

Mas olha, Python & Flowers é muito mais suave. Não é notívago e ‘feiticeiro’ como o perfume da Dior. É mais ‘claro’, mais ‘aberto’ e mais fácil de usar. Não é perfume que você espera uma ‘ocasião’ para usar, dá pra usar sempre, é só moderar nas borrifadas! E aí você decide se isso é aspecto positivo ou negativo dele…

Trazer para o dia-a-dia aquele perfume que você guarda a sete chaves para grandes momentos pode tirar a ‘magia’ quase ritualística do perfumar-se para tais ocasiões. Mas pode também encher de magia e encanto seus momentos cotidianos. Como se todo dia fosse uma festa a ser celebrada com seu perfume favorito!

Notas de saída: bergamota, mandarina e coriander.

Notas de corpo: rosa damascena.

Notas de fundo: patchouli, âmbar, baunilha, benjoin e ládano.

 

Lavander Chai e Sex on the Peach – Coleção Barista, por Daniel Barros

Querem mais Coleção Barista? Eu quero! Hoje vamos falar de minhas outras escolhas, o Lavander Chai e o Sex on the Peach.

Escolhi o Lavander Chai por ser fã da bebida. Aliás, quando a ideia da Coleção Barista começou a tomar forma, o perfume havia ganho o nome de ‘Quentão’, a tradicional bebida dos festejos juninos! E eu que amo tanto a bebida quanto os festejos, já tinha me rendido aos seus encantos… O Sex on the Peach escolhi (serei sincera), pelo excelente trocadilho do nome. E quando fui experimentar a coleção na casa do Daniel a questão lúdica dele me chamou muito a atenção.

Resultado de imagem para quentão de cachaça

Lavander Chai começa com uma avalanche de gengibre. Gengibre com cascas de cítricos, cardamomo. Tudo fresco e pronto para ir a um tacho cheio de calda de açúcar queimado!

Agora tal preparado está borbulhante, já pode jogar cravo em botão e canela em pau. E é agora que aparece uma brisa de lavanda, que dá uma ‘levantada’ no perfume, o torna mais arejado e com um toque de frescor. A combinação do gengibre com a lavanda ficou belíssima e me surpreendeu o fato da lavanda não estar nas notas iniciais, como é visto comumente. Aqui ela é nota de coração, não é fugaz.

No final sinto ainda o mel (uma das minhas notas preferidas) que aqui tem um quê de melaço de cana. E ainda tem o toque achocolatado/polvoroso da fava tonka.

Embora não esteja presente nas notas olfativas oficiais, sinto no Lavander Chai algo de anis, de erva-doce.

Notas de saída – laranja, limão siciliano, cardamomo, gengibre, chá preto.

Notas de coração – lavanda, gerânio, canela, cravo.

Notas de fundo – musgo de carvalho, mel, fava tonka e almíscar.

Resultado de imagem para sexy peach

Sex on the Peach é deliciosamente lúdico. Mas é brincadeira de adulto, não se deixe enganar pelo aspecto achicletado e neon. Começa com notas frutais e pêssego que me fazem pensar em maquiagem infantil, massinha de modelar e finalmente licor.

Logo surgem notas florais. Sinto aqui principalmente o jasmim e a rosa. E seria capaz de jurar que tinha violetas, daquelas com cheiro de jujuba…

Sex on The Peach tem um toque herbal e amargoso bem entremeado no perfume, é difícil nomeá-lo. É algo que ‘escapa’ em alguns momentos e trazem uma sujidade, um ‘suorzinho’ ao perfume. Ah, é você, cominho! Seja bem-vindo!

No final sinto o aspecto animálico do jasmim intensificar, bem como o lactônico/emborrachado do pêssego. Junta aqui com a sensualidade do almíscar e o ‘ardidinho-doce’ do patchouli e temos um perfume de grande e exótica sensualidade.

Não consegui resenhar bem o perfume. Ele me trouxe mais sensações do que cheiros, ele tem textura e camadas. É frisante/borbulhante no início, emborrachado no meio, úmido no final.

Acabei de lembrar uma coisa… quem leu ou lê Sandman, do Neil Gaiman, deve se lembrar que Desejo, irmã/irmão do Sonho (depende da vontade do interlocutor), cheia a pêssegos. Agora entendi tudo, esse pêssego safadjeeeenho.

Resultado de imagem para desejo sandman

Notas de saída – toranja, pêssego, frutas tropicais, cominho, pimenta preta.

Notas de coração – frésia, mimosa, jasmim, rosa.

Notas de fundo – patchouli, açúcar, indole e almíscar

Parabéns Daniel! A coleção ficou belíssima!

 

Imagem – https://pitacoseachados.com/2015/06/23/aprenda-tres-versoes-da-bebida-tradicional-desta-epoca-o-quentao/