Lovely, Sarah Jessica Parker

 

Resultado de imagem para lovely sarah jessica parker

Nada tenho contra perfumes de celebridades, o único problema é que a grande maioria segue um caminho fácil, já conhecido e que certamente terá grande aceitação popular.

Mas Lovely, você não é desses né? Engraçado, pois é sim um perfume que agrada a todos e é fácil de usar mas não trilha o mesmo caminho olfativo da grande maioria dos perfumes de artistas famosas.

Só pra constar, muitos comparam o Lovely ao Narciso Rodriguez for Her.

É um perfume floral almiscarado com exótico toque salino. Assim que borrifei o perfume na pele senti a lavanda e um cítrico-talquinho com pinta de produto infantil. Durou pouco esse colinho… logo fui assaltada por um cheiro familiar porém estranho em um perfume: azeitona. Sim, aquela azeitona que vem espetada num palito, dentro da taça de martini? Que ficou mergulhada em liquido doce mas não perdeu sua salinidade e identidade? Ou ainda o cheiro que você sente quando despeja na pia a água da conserva de um grande vidro de azeitonas? Pois é…

Mas não assusta não, é uma sensação gostosa esse cheiro salino-oleoso! Na sequência aparece um patchouli brevemente canforado e uma nota floral macia e polvorosa. Tem também algo sutilmente picante que deixa no nariz uma sensação efervescente e faz o perfume ‘crescer’ na pele.

E a partir daí Lovely faz o caminho do almíscar: quilos, litros, pacotes de almíscar confortável e limpinho. As vezes lembra amaciante de roupa, outras vezes me faz pensar em cabelos recém lavados ao sol. Eu e minhas estranhezas…

Tem também notas amadeiradas mais ‘secas’ que trazem equilíbrio e maturidade ao perfume.

Mas a graça dele, o tempo todo, é o toque salino.

Lovely é um perfume fácil de agradar, mas nem por isso podemos dizer que ele é simples ou comum. Longe disso. Não perca a chance de experimentar caso o encontre!

Criado em 2005 por Clement Gavarry e Laurent Le Guernec, ganhou em 2006 o FiFi Award Best Nacional Advertising Campaign/TV.

Notas de saída: lavanda, tangerina, bergamota, martini.

Notas de coração: patchouli, orquídea, pimenta branca.

Notas de fundo: almíscar, âmbar, cedro, notas amadeiradas, sal.

Sabe o que eu acho legal dessa propaganda? Ao menos na minha percepção, não me parece que Sarah está tentando seduzir alguém, como na grande maioria das propagandas de perfumes. Me parece que ela está se sentindo tão bem, tão confortável, que está curtindo um momento só seu! Que está ali para ela e só, é o suficiente!

 

Anúncios

Carnaval! Antigamente, era tempo de lança-perfume!

Resultado de imagem para lança perfume anúncio antigo

Conta minha mãe, nascida em 1939, que em seus tempos de menina, carnaval era época de lança-perfume.

Segue um pouco sobre tal produto, segundo a Wikipedia…

O lança-perfume foi industrializado pela Rhodia (empresa francesa) e importado para o Brasil a partir de sua sede na Argentina. Em 1922, era fabricado o primeiro lança-perfume nacional pela Rhodia instalada em São Bernado do Campo, ABC de São Paulo. O lança-perfume apareceu no carnaval de 1904 no Rio de Janeiro, sendo rapidamente incorporado aos festejos carnavalescos de todo o Brasil, principalmente nos blocos de rua e bailes. O produto tornou-se símbolo do Carnaval.

A marca Rodouro foi muito solicitada nos carnavais brasileiros, até que os foliões passaram a utilizá-la como bebida ou inalá-la. A partir de então, foi proibido o uso em salões e mais adiante a sua comercialização.

Em 1961 por recomendação do jornalista Flávio Cavalcanti seguida de um decreto do então Presidente Jânio Quadros, o lança-perfume acabou sendo proibido no Brasil, após alguns casos de morte de usuários por embriaguez seguida de acidentes fatais.

Veja mais sobre aqui. Segundo tal fonte, o produto tinha cheiro semelhante ao L’Air dus Temps de Nina Ricci!

Mas vamos viajar no tempo de novo, e ver antigos anúncios de lança-perfume!

Se liga na mão-boba do Pierrot…

 

 

Aloucadosperfumes

Conta minha mãe, nascida em 1939, que em seus tempos de menina, carnaval era época de lança-perfume.

Segue um pouco sobre tal produto, segundo a Wikipedia…

O lança-perfume foi industrializado pela Rhodia (empresa francesa) e importado para o Brasil a partir de sua sede na Argentina. Em 1922, era fabricado o primeiro lança-perfume nacional pela Rhodia instalada em São Bernado do Campo, ABC de São Paulo. O lança-perfume apareceu no carnaval de 1904 no Rio de Janeiro, sendo rapidamente incorporado aos festejos carnavalescos de todo o Brasil, principalmente nos blocos de rua e bailes. O produto tornou-se símbolo do Carnaval.

A marca Rodouro foi muito solicitada nos carnavais brasileiros, até que os foliões passaram a utilizá-la como bebida ou inalá-la. A partir de então, foi proibido o uso em salões e mais adiante a sua comercialização.

Em 1961 por recomendação do jornalista Flávio Cavalcanti seguida de um decreto do então Presidente Jânio Quadros, o lança-perfume acabou sendo…

Ver o post original 53 mais palavras

Quer propagandas antigas? Então toma!

Percebo que os posts que trazem propagandas antigas de perfumes fazem sucesso! Nos trazem lembranças e nos enchem de saudade! Hoje trago propagandas de três perfumes de grande sucesso em épocas passadas, alguns deles seriam impensáveis nos dias de hoje por diversos motivos.

Porém os mesmos continuam a disposição na internet, então não vejo problemas em reproduzi-los aqui.

E você, se lembra do After Sport, da Seiva de Alfazema, do desodorante Impulse e da colônia Lancaster?