Lysval, Girard (post revisado)

Resultado de imagem para lysval girard perfume

Nunca vi perfume mais gótico, mais trevoso, mais Penny Dreadful do que o Lysval.

Tal perfume tem cheiro de rosas mortas. ROSAS MORTAS! Não quando murchas, mas quando secas. Antes de comprá-lo, li em algum lugar que ele cheirava “como um funeral inglês”, fiquei tão curiosa que corri atrás do meu! Sua formulação original é de 1920, e evocaria a tranquilidade e riqueza de uma jardim britânico. Bom, deve ser o jardim de um sereno cemitério, em uma dia nublado, cinzento, no anoitecer…

Embora seja extremamente esquisito e inusitado, adoro suas flores melancólicas e elegantes. É frio, embora sua embalagem púrpura traga algum calor. A caixa é linda e o perfume vem delicadamente encaixado, como uma jóia. O frasco é decorado com uma “lacinho” preto. Como eu disse antes, é um perfume gótico. Pra acompanhar a leitura de Edgar Allan Poe e apreciar as noites brumosas e frias, para acompanhar um inebriante absinto, para usar com roupas de estilo vitoriano. Acompanha bem veludos, corsets, rendas, a Noiva Cadáver…

É essencialmente um perfume floral, e embora oficialmente tenha muitas notas olfativas, eu não as diferenciei. Preferi mergulhar na atmosfera que o perfume oferece. Nada melhor do que ele para acompanhar a atmosfera do Halloween: não a parte brincalhona do dia, mas a parte obscura, o momento em que o véu de torna mais fino e os mundos se aproximam e conseguem se tocar…

Highgate cemetery, London.

Notas de saída: jasmim, ylang-ylang, rosas e flor de laranjeira africana.

Notas de coração: íris, benzoim, sândalo, raiz de orris.

Notas de fundo: jacinto aquático, lírio-do-vale, frésia.

A Girard é uma grife inglesa que conta com 5 perfumes em seu portfólio, e a perfumista responsável é Beverly Bayne (mas não desde 1920, claro…).

Enjoy the Silence…

Pra quem gosta de imagens de fantasias antigas e assustadoras de Halloween, segue um link!

Tapputi-Belatekallimm, a primeira perfumista da História!

Antes de mais nada, obrigada Paulo pela envio do link e por me mostrar tão fascinante assunto!

Resultado de imagem para mesopotamia perfume

Taputti nasceu no século XII A.C. do ano 1200 A.C. É considerada a primeira química e perfumista da historia!

Há textos que trazem Tapputi como governanta numa casa da realeza na Mesopotâmia, no período de 1200 a.C.

A referência a seu nome, bem como à de uma pomada feita com flores, óleo e cálamo foi encontrada numa tábua cuneiforme do período. Nessa tábua também se viu a primeira menção a um alambique de destilação, usado por Tapputi na criação de seus perfumes.

E não é que faz sentido? Equipamentos para fazer perfumes, unguentos, pomada e óleos infusos estavam principalmente dentro das cozinhas e nessas épocas, era ali que as mulheres estavam. As cozinheiras eram também as especialistas em desenvolver, com os utensílios usados para preparar comida, além do fogo, que os remédios e os perfumes eram criados.

O tal tablete com as escritas cuneiformes lá de 1.200 a.C. também informa que ela adaptou equipamentos de cozinha e usou diferentes plantas para criar uma série de essências aromáticas.

Fontes:

https://pt.wikipedia.org/wiki/Tapputi

https://super.abril.com.br/mundo-estranho/mulheres-que-marcaram-a-historia-tapputi/

http://mulheresnaciencia-mc.blogspot.com/2013/10/tapputi-belatekallim.html

https://casamay.com.br/2014/06/06/a-primeira-perfumista-que-se-tem-noticia/