Rosewood, Banana Republic

Eu gosto dele. Mas acho muito contraditórias as informações que temos a respeito do mesmo. Vou explicar… primeiro, não tem nada de rosewood (o “ingrediente”, a nota olfativa) na sua formulação. Só se for uma alusão a embalagem (linda, por sinal)… Mais uma: ele é considerado membro da família olfativa oriental floral. Desculpem, mas na minha modesta opinião ele tem que crescer muito pra chegar lá, tem que “encorpar”…

Mas enfim, Rosewood é um floral ambarado delicado e gostoso, mas sem personalidade. Foi criado em 2006 por Pascal Gaurin, tem uma embalagem linda, elegante e exótica ao mesmo tempo.

Nota de saída: bergamota.

Nota de coração: chá (verde?).

Bota de fundo: âmbar.

Só? Dizem que sim. Mas sinto nele alguma flor, rosas ou peônias misturadas ao verde do chá. Não sinto nenhuma adstringência no Rosewood, como já ouvi em alguns comentários, ao contrário, sinto cremosidade. A tonalidade cítrica do começo logo ganha nuances florais e ambaradas.

Na verdade? Esperava mais dele. Mais tudo. Ele é limpo demais, simples demais, comedido demais. Poxa, podia ter umas notas amadeiradas, uma rosa rumorosa mais pronunciada e dramática! Quer saber? Se eu fosse a Banana Republic faria uma nova versão dele, desta vez com mais personalidade e projeção.

Para as que gostam de perfumes suaves e “a flor da pele”, Rosewood é uma boa pedida!

Anúncios

9 comentários sobre “Rosewood, Banana Republic

    • Dâmaris, o problema do Rosewwod é comigo, eu acho. A Rafaella não é a primeira que sente ele sedoso e de tonalidade oriental. Eu, se fosse você, tentava experimentar ele antes, comprar uma amostra, algo assim.

  1. Nossa, em mim fica doce e empoeirado, forte sem ser bombástico, fixa bem, tem claros contornos orientais, a mesma “sedosidade” do L’Instant. Que doideira esse lance de pele e percepção! Muito raro eu discordar de você, Diana. rs Perfume perfeito para essa época do ano, evolui mais bonito na fresca. Não me arrependi de tê-lo comprado, dos BR que conheci, esse é o melhor. A caixa é mesmo um desbunde, baita tora, mata um.

    • Ai, que invejinha de vc! Em mim ficou tão, mas tão bobinho, que dá raiva. E já experimentei em diversos momentos e temperaturas, lá se foram meus 3 flaconetes de amostra e nunca ele teve um momwento de glória na minha pele… que droga.

      • Tem perfume que não orna com a gente, Diana, é pessoal. Um caso sério para mim é o Ange ou Démon, como eu tentei gostar desse cara! Mas não adianta: fica estranho, coca-cola com talco, não tem projeção. Aquela baunilha gótica e sensual de que tanto falam, cadê?! Minha pele engole esse perfume.

  2. Gente, eu procuro esse perfume igual louca e não acho…qdo comprei ele, comprei no escuro, e meu deus, é sensacional… não entendo muito de cheiro igual você, mas em mim ele ficou amadeirado, meio doce, nossa, eu achei ele fascinante, por acaso você nao sabe onde encontro dele? me manda um email, acho dificil ver sua resposta por aqui, só se salvar o link!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s