Ange ou Démon Le Secret “Poésie d’un Parfum d’Hiver” Santal d’Hiver, Givenchy

Imagem

“A casa Givenchy encontrou uma nova inspiração na temporada de inverno, a sua magia e atmosfera que começa com o primeiro floco de neve, lançando assim novas edições limitadas de fragrâncias sob o nome Poésie d’un Parfum d’Hiver ou “Poesia de um perfume de inverno “. O Poésie d’un Parfum d’Hiver reflete a magia de paisagens nevadas: luz céu azul, árvores polvilhadas com branco cativante, a magia da queima de lareiras quentes … Estas fabulosas novas edições limitadas nos levam a uma viagem imaginária no coração do inverno” (Fonte: Fragrantica). 

A edição de inverno do conhecido Ange ou Démon Le Secret “Poésie d’un Parfum d’Hiver” Santal d’Hiver (que nome imenso não?) é gustativa, delicada e outonal! Não vejo nele o apelo ultra-sexy do original Ange ou Démon… foi criado em 2010 e tem uma aura “Campos dos Jordão”, acredite! Tem cheiro de torta doce, de madeira, de blusa de lã! É um perfume quentinho, acolhedor e brevemente sensual.

 O frasco é de cor rósea salpicado de branco, o que remete a  noite de Natal europeu e cinematográfico que todos temos no inconsciente. Vamos ser sinceros, aqui é Natal em pleno verão, não tem nada de poético comer carnes gordurosas e frutas oleaginosas com 30°C… Mas sim, comemos! Somos brasileiros e não desistimos nunca… Mas enfim, estamos no outono! E esse perfume é perfeito para esses dias! Digo mais: no inverno “brabo”, aposto que esse perfume vai projetar pouquíssimo na pele, então estamos na ‘época’ perfeita para ele!

 Notas: cranberry, jasmim, chá, sândalo, madeira Guaiac. 

Abre com notas de cranberry (um tipo de fruta vermelha), jasmim e chá. Sinto a frutinha vermelha em contraste com a cremosidade do jasmim e a leve adstringência do chá, que equilibra a “mistura” e não a torna enjoativa. É moderadamente doce e gourmand. Logo depois aparece a nota marcante do sândalo, que domina a composição e dá um toque exótico e amadeirado para o perfume. Quanto a madeira Guaiac, nunca senti seu cheiro, mas é ela quem deve “quebrar” o aroma doce, pungente, quase místico do sândalo e torná-lo mais brando, lenhoso, morno.

 É um bom perfume, doce na medida certa, não é invasivo ou enjoativo. É para dias de friozinho, combina com blusas de lã mais finas e macias. Agora em SP estamos na casa dos 21°C, estou usando ele e está delicioso!

Podia chamar “Poesia de Outono” ia ser muito mais adequado…

 

Anúncios

Um comentário sobre “Ange ou Démon Le Secret “Poésie d’un Parfum d’Hiver” Santal d’Hiver, Givenchy

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s