Alchimie, Rochas

Lembram que contei sobre as amostras que recebi na semana passada? Então, olhem só que sorte: recebi DUAS amostras do Alchimie! Da Li e da Dri, alegria em dobro!
E eu estava tão curiosa por tal fragrância, desejando conhecer o conteúdo desse lindo frasco que parece a abóbora-carruagem da Cinderela, e que, claro, foi descontinuado…
Foi criado em 1998 por Jacques Cavallier, e o designer de seu frasco foi Serge Mandau.
Alchimie é um perfume lindo, complexo, rico, mágico. E confesso que fiquei um tempão tentando nomear suas notas olfativas, mas consegui identificar poucas. É tanta riqueza, tamanha profusão de odores que fiz um movimento contrário ao que geralmente faço: eu costumo sentir o perfume, anotar as notas olfativas que percebo. Depois vou ao Fragrantica ou outro site especializado, e vejo as notas que, de fato, existem no perfume e não na minha percepção.
Esse eu fiz o contrário. Olhei no Fragrantica e daí tentei ‘encaixar’ o que eu havia sentido com o que de fato existe.
Notas de saída: cassis, ameixa, mandarina, cássia, lilás, pêssego, pepino (oi?), jacinto, grapefruit, pêra, bergamota.
Notas de coração: coco, jasmim, heliotrópio, lírio-do-vale, rosa, glicínia, acácia-falsa (Robinia pseudoacacia).
Notas de fundo: sândalo, fava-tonka, âmbar, almíscar, baunilha, caramelo, alcaçuz.
E eu, humilde, que na saída havia sentido uma farta e saborosa salada-de-frutas com groselha (aquela em xarope mesmo), no coração algo cremoso e doce, porém mais delicado e menos gustativo que creme burlee, com algumas notas verdes e florais que não consegui nomear. No fundo senti avalanche de notas quentes, gustativas, ‘macias e mastigáveis’.
Na verdade, senti, o tempo todo, vontade de morder, mastigar, saborear o Alchimie.
Ele me lembrou da obra de William Shakespeare, “Sonho de uma Noite de Verão”. Titânia, Rainha das Fadas, deve cheirar assim…
 
Ficheiro:Joseph Noel Paton - The Reconciliation of Titania and Oberon.jpg
Joseph Noel Paton – “The Reconciliation of Titania and Oberon”, 1847.

 

 

Anúncios

12 comentários sobre “Alchimie, Rochas

  1. EU USEI ESTE PERFUME POR MUITO TEMPO… INCLUSIVE NO COMEÇO DE NAMORO COM MEU MARIDO, QUANDO EU ERA SOLTEIRA, UM AMIGO ME DISSE CERTA VEZ: “VOCÊ TEM UMA ARMA A MAIS, SEU PERFUME” – E ERA VERDADE… ELE ERA DEMAIS… ERA INEBRIANTE!!! BOM, ANTES DE ONTEM, UMA AMIGA ME ABRAÇOU COM UM PERFUME PARECIDO… CHEGUEI EM CASA E MEU MARIDO LOGO FALOU, QUE PERFUME VOCÊ PASSOU? EU RESPONDI… NENHUM! (ESTOU COM A MINHA ALERGIA ATACADA), FOI ENTÃO QUE ELE DISSE, É IGUAL AO SEU PERFUME… FOI ENTÃO QUE EU NOTEI A SEMELHANÇA… ASSIM QUE TIVER O NOME, EU POSTO PARA VOCÊS… PORQUE SERÁ QUE NÃO É MAIS FABRICADO?
    BEIJOS!!!

  2. Eu costumava amar esse perfume no passado. Ainda gosto, claro, mas me encanta mais o mistério que ele representa do que a fragrância em sim. Que frasco poderoso!! Hoje, eu tenho uma visão diferente dele…sinto um aroma de óleo para bebê. Sabe aquela polêmica sobre o Joop! Le Bain? Então, eu sinto esse cheirinho no Alchimie. Bem delicado.
    “Minha” Titânia usa Eden, rs rs.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s