Songes, Annick Goutal

Por outro motivo, revirei minhas amostrinhas atrás do Songes… Que beleza despretensiosa e simples encontrei nele! Por isso mesmo minha resenha será breve.

Tuberosa presente com elegância, jasmim desabrochando em todo seu esplendor, flores exóticas de aromas penetrantes e misteriosos, coisas de ilha paradisíaca! Tudo amarrado com laço de baunilha que trás o conforto de um abraço! No finalzinho aparece uma tonalidade powdery, altamente feminina e com um arzinho retrô!

Lembro de quando eu ia para a escola, no primeiro grau mesmo, tinha uma árvore que hoje sei que é da delicada e exótica flor de frangipani. Ficava o chão forrado dessas flores brancas-amarelas de pétalas carnudas e serosas, e eu sempre pegava algumas para sentir o aroma… pena que logo ficavam escurecidas e perdiam o perfume…

Songes não tem firulas, é direto e bonito em sua simplicidade. Poucas notas, foi criado em 2005 por Isabelle Doyen.

Notas: jasmim Sambac, tuberosa, ylang-ylang, frangipani, flor de tiaré (também chamada de Gardênia do Tahiti), baunilha.

Songes conquista por ser ao mesmo tempo exuberante e simples, exótico e delicado. Coisa linda!

Anúncios

4 comentários sobre “Songes, Annick Goutal

  1. Não conheço o Songes de Annick Goutal mas já fiquei bem fascinada pela descrição que fez do perfume.!Sou apaixonada por perfumes e já fiquei bem tentada em adquiri-lo!Vou procura-lo nos sites de perfume.Obrigada por suas opiniões sobre a sensações magicas de ser ter uns bons perfumes!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s