Kelly Calèche, Hermès

Dizem os sites especializados: o perfume foi criado por Jean-Claude Ellena como uma interpretação da memória de uma visita ao armazém de peles da Hermès. Expressa o encontro de dois emblemas Hermès: Kelly, a bolsa de mão de couro e Calèche, o clássico perfume da marca. Kelly Calèche evoca um fascínio indomável, um espírito livre, uma carícia inesperada de couro entre a harmonia floral.

grace kelly bagEis a bolsa, que leva o nome da atriz e princesa Grace Kelly!

A questão é: desde que o Dênis apresentou-me ao Cuir de Russie, ganhei uma paixão pelo couro como nota olfativa. De couro, esteticamente falando, sempre gostei. Sabe, heavy metal, Harley Davidson, amigos góticos… e o PETA que nos castigue.

Kelly Calèche é uma dama de bons modos, porém cheia de atitude. Sabe o que quer, é segura de si, auto-suficiente. Se for preciso dança uma valsa, se for preciso troca um pneu, tudo sem fazer alarde.

Mistura lindamente a agressividade/eroticidade/classe do couro com notas florais bem equilibradas e quase frias… O couro dá ‘sinal’ já mas notas de saída, como se estivéssemos abrindo uma bolsa ou um calçado novinho de sua embalagem original! Trás junto algo cítrico, lembrei de cascas fininhas de lima da pérsia.

O coração é um floral pálido de enorme elegância! Rosas e flores brancas comedidas, quase indiferentes! E sempre trajadas em couro, essas flores-amazonas!

Bem no final aparece algo de apelo boudoir, polvoroso, róseo! É a íris cremosa, como se uma pomada tivesse sido usada sobre tal peça de couro para torná-la ainda mais macia e fácil de moldar ao corpo.

Só gostaria que projetasse mais! Sou dessas, exibida! Mas se fosse assim, talvez nem carregasse tanta classe e fetiche. Melhor ficar como está, Kelly Calèche, minha Amazona moderna!

 

Notas de saída: lírio-do-vale, narciso, grapefruit.

Notas de coração: tuberosa, rosa, mimosa.

Notas  de fundo: íris, couro.

 
 
 
 
 
 
 
Anúncios

8 comentários sobre “Kelly Calèche, Hermès

  1. QUE DESCRIÇÃO LINDÍSSIMA!!AMO OS PERFUMES DE HERMÈS DOS QUAIS TENHO ALGUNS,INCLUSIVE O “CALÈCHE”ORIGINAL.ESTOU MUITO CURIOSA PARA CONHECER ÊSTE “KELLY CALÈCHE”O MEU OLFATO ESTÁ CURIOSO PARA SENTIR ESTES ACORDES NOVOS.PARABÉNS PELO POST!!ABRAÇOS!!

  2. Uau! Que resenha incrível, deu vontade de usá-lo! Esse foi um perfume que eu “sofri” até conseguir sentir o aroma dele. É bem suave…mas depois que se consegue…
    Nota de couro é uma delícia, aquele cheiro de bolsa nova, adoro! e o Kelly vem exatamente com esse frescor do limão ou alguma nota cítrica fina.
    Bjus

  3. Amo! Acho o EDT sublime. O couro nele é mais saidinho do que no EDP. O EDT tem cheiro de bolsa nova. O EDP tem cheiro de banco de carro novo. Gosto de usar (o EDT, que é o que eu tenho) quando me sinto mais autossuficiente. rs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s