Fleur de Rocaille, Caron

Imagem

Bom, como podem ver pela foto, ele acabou. Hoje. Infelizmente.
O grandioso floral Fleur de Rocaille foi lançado em 1933 pela maison Caron, e foi obra do perfumista Ernest Daltroff. Em 1993 foi reformulado e retornou às prateleiras.
Na formulação de 1933, foi considerado “floral aldeídico”, e entre suas notas estavam: jasmim, rosa, lilás, aldeídos, cravo, ylang-ylang, lírio-do-vale, violeta, musc, sândalo, musgo de carvalho e cedro da Virgínia.
Na formulação de 1993 foi classificado apenas como “floral” e sua composição é:
Notas de saída: gardênia, lilás, aldeídos
Notas de coração: mimosa, íris, jasmim, lilás, rosa, lírio-do-vale, cravo (a flor, não e especiaria) e ylang-ylang
Notas de fundo: musc, sândalo, musgo de carvalho, âmbar e cedo da Virgínia.
Nunca tive a oportunidade de sentir a obra de 1933, mas a de 1993 me é bem familiar! Floral opulento, rico, bem equilibrado. Apresenta nuances verdes na saída, e logo deixa desabrochar seu lindo bouquet! Flores em profusão, todas desabrochadas em seu esplendor, cheias de néctar!
Fleur de Rocaille significa “flor da rocha” e é assim que ele é. Combina a delicadeza das flores e a eternindade de uma rocha, a rocha sobre a qual se estabelecem todos os clássicos e opulentos perfumes florais…
É um grande clássico, extremamente feminino, elegante e de bom gosto. Sempre será.
Anúncios

12 comentários sobre “Fleur de Rocaille, Caron

      • O conheço desde a minha infância pois minha mãe o usava.Era apaixonada pela embalagem que vinha em uma caixa branca que se abria que nem um porta jóias,e o frasco (de cristal translúcido) tinha uma tampa preta na qual era estampado um bouquet de flores bem coloridos como na tampa da caixa também.Fantástico!!Como todos os perfumes de Caron!Você o descreveu na íntegra como ele realmente é.Como vê sou apaixonada por perfumes desta tenra idade,abraços!

  1. Este perfume, o original de 1933, cuja tampa preta tinha estampado um bouquet de flores coloridas é o que usei nos anos 1960, assim como todas garotas da minha geração. Diana, foi uma das mais fantásticas fragrâncias que conhecí Cheirosíssimo e chic de doer. Mas, não guardei este frasco. Com o tempo, sumiu. Há pouco, ganhei de uma amiga exatamente este vintage para a minha coleção de frascos. Fiquei muito feliz! Abraço.

  2. Ganhei de presente de 15 anos do meu pai e me apaixonei,exatamente o de 1933,nunca mais esqueci,sabe aquele primeiro amor! Que a gente nunca rsquece! Foi o que aconteceu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s