Sira des Indes, Jean Patou

ImagemSira des Indes, da lendária casa Jean Patou (que criou Joy e outras pérolas da perfumaria), foi criado em 2006 por Jean-Michel Duriez. É um perfume estranho que tem seus encantos.

A começar pela embalagem de linhas retas e clássicas, pela cor (eu pelo menos não tenho nenhum perfume “alaranjado”) e pela nota inusitada: banana, minha gente! 

Juro que esperava um perfume incensado, cheio de especiarias, picante. Esperava um perfumão oriental mesmo. Mas o danadinho saiu delicadamente exótico.

Família olfativa: oriental amadeirada.

Notas de saída: banana, pera, bergamota, cardamomo, pimenta rosa.

Notas de coração: champaca ou champa (Michelia champaka), flor-de-laranjeira, ameixa, leite.

Notas de fundo: sândalo, âmbar, musk, baunilha. 

Sira des Indes começa com notas frutais “verdes” (não maduras), com toques cremosos e mornos. A banana está ali sim, dá para perceber, e isso o torna curioso e exótico. E nada de banana artificial de bala de goma, banana mesmo, um tiquinho antes de amadurecer, ainda no cacho. As especiarias (cardamomo e pimenta rosa) são perceptíveis, mas nada agressivas ou masculinas. O leite dá certa leveza a composição, é leite fervido, levinho e espumante. As notas de coração e de fundo são bem amadeiradas, porém discretas e um pouco artificiais. De longe um cheirinho de lustra-móveis. A projeção em mim é mediana, bem como a fixação. Pena que não consegui sentir a flor champaca, acho que é porque não faço idéia de como seja seu cheiro…

Eu esperava bem mais de tal perfume. Esperava uma bomba olfativa, e isso ele não é. Em linhas gerais, Sira des Indes é exótico, aconchegante e estranho, delicadamente estranho. E é isso que o torna atraente.

Anúncios

10 comentários sobre “Sira des Indes, Jean Patou

  1. Diana, a champaca comum, ou pelo menos a que eu conheço, “a laranjinha” que é usada, entre outros, no J. Patou Joy, é parente da magnólia e do frangipani, tem um cheiro “meio assim” de flor de laranjeira, porém mais resinosa e ao mesmo tempo especiada, como se fosse uma mistura de frangipani+flor de laranjeira+rosa… (nossa, que confuso, não deve ter ajudado nada!). Esta champaca branca que você citou me é desconhecida, no entanto, mas não deve ser muito diferente.
    Eu me lembro do Sira ser meio esquisitinho, não gostei muito não… mas faz mas de dez anos que experimentei, eu devo ter mudado e posso gostar da próxima vez.

  2. A champaca da qual falei ( e pesquisei) é cor de laranja mesmo! Vi que ela foi usada no Joy também, a bonita é “queridinha” na Patou heim? Ajudou sim, consigo imaginar agora o cheiro dela, mas adoraria sentir pessoalmente!
    O Sira é esquisito sim, alguns acham ele fortíssimo, eu acho ele delicado e suave, vai entender… Mas na estranheza e absurdo dele, eu vi beleza!

    • Como o assunto suscitou algumas dúvidas (tipo, eu nunca tinha ouvido falar em Michelia champaca, só em magnolia champaca), foi atrás e cheguei a um fato deveras revelador: na verdade o nome científico não leva “champaca”. É só Michelia magnolia (a laranjinha). A branca, que várias fontes dizem ser a fonte do aroma em Joy e em j’Adore, chama-se Michelia alba. E agora, Diana? Fiquei pasma! Sempre achei que era a laranjinha! Na verdade, dizem que a laranjinha é usada para o nag champa mas a branca é usada no Joy (é daí que eu conhecia o cheiro). Estou confusa!

    • Andreia, sem dúvidas, vou de Shalimar! Não vejo semelhanças entre os dois não! O Sira é exótico, tem banana! O Shalimar é atalcado, vivo, cheio de baunilha adulta típica da casa Guerlain. Mas recomendo testá-los antes de comprar as cegas viu! Mas eu, indubitavelmente, voto no Shalimar!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s