Can Can, Paris Hilton

Pois quem diria, a van mulherzinha conseguiu! Gostei de um perfume da Paris Hilton, aquela insuportável. Recebi a generosa amostra, cheirei, não dei bola. Cheirei de novo e concluí que ele é confortável e docinho, tão “de menina” que quero para usar em momentos descontraídos e sem maiores pretensões perfumísticas!

Can Can foi criado em 2007 por Jean-Claude Delville, inspirado no filme “Moulin Rouge” e na música “Lady Marmelade”, é o famigerado e popular Fantasy sem as notas de chocolate branco e baunilha. É doce, porém menos enjoativo e infantil.

Tem cheiro de confeito? Tem sim. De frutinhas maduras? Tem sim. É cremoso e gustativo? É sim. Passa uma adorável sensação de conforto e gulodice! Daqueles que faz você ter vontade de morder o próprio braço, sabe? Se faz jus a inspiração? Ao filme não, em minha opinião, Mas a música sim. Se você já viu ao clipe, conseguirá associar ao pefume a brejeirice e o fetichismo de um “cabaré-fashion” e cor-de-rosa!

Notas de saída: nectarina, cassis, mandarina.

Notas de coração: flor-de-laranjeira, orquídea.

Notas de fundo: musk, âmbar, notas amadeiradas.

Tudo nele é macio, docinho, suculento! É um perfume quase palpável e que dá vontade de apertar e morder, vocês me entendem? Enfim, devo estar meiga e bobinha, mas Can Can me deixou feliz hoje!

Anúncios

Um comentário sobre “Can Can, Paris Hilton

  1. Sabe que comigo ele não rolou? Pois é, amiga. Achei enjoativo. Estranho, né? Justo eu, a formiga-van. Vai ver meu nariz não tava bão no dia. Botei tanta fé que ele ia agradar outra formiga, que te mandei! Rá!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s