Perfumados Fragmentos Literários – “O Frasco”, Charles Baudelaire

http://rceliamendonca.files.wordpress.com/2013/09/reflections-by-lamplight-delphin-enjolras.jpg

Delphin Enjolras, “Reflections by lamplight”

O Frasco

Charles Baudelaire

Tradução:  Ivan Junqueira

Perfumes há que os poros da matéria filtram

E no cristal dir-se-ia até que eles se infiltram.

Ao abrirmos um cofre que nos vem do Oriente

Cujo ferrolho range e emperra asperamente,

Ou numa casa algum poeirento e negro armário,

Onde o acre odor dos tempos dorme solitário,

Talvez se encontre um frasco a recordar o outrora,

Do qual uma alma palpitante se evapora.

Pensamentos dormiam, ninfas moribundas,

A fremir com doçura em meio às trevas fundas,

E as asas distendiam para alçar-se, estriadas

De azul e rosa, ou de ouro arcaico laminadas.

 Eis as lembranças inebriantes que se afligem

No ar convulso; fecham-se os olhos; a Vertigem

Subjuga a alma vencida e empurra com a mão

A um vórtice que exala a humana podridão;

Abate-a às bordas de um abismo milenário,

Onde, qual Lázaro rasgando seu sudário,

Se move ao despertar o defunto espectral

De um velho amor malsão, gracioso e sepulcral.

Assim, quando de tudo eu me tornar ausente,

Ao canto de um sinistro armário indiferente,

Quando esquecido eu for, qual frasco desolado,

Caduco, imundo, abjeto, poeirento, rachado,

Serei teu ataúde, amável pestilência,

Testemunho de tua força e virulência,

Veneno angelical, licor que sem perdão

Me rói, ó vida e morte de meu coração!

Anúncios

11 comentários sobre “Perfumados Fragmentos Literários – “O Frasco”, Charles Baudelaire

  1. Intrigante louca dos perfumes:
    Seu blog é um dos mais completos sobre a história dos perfumes, nos reportando ao passado em divertidas e emocionantes citações.
    Lendo seus artigos, me deparei com esse poema e liguei ao fato de que estou tentando descobrir o frasco do primeiro perfume caro que comprei. Ele era de cor clara, parecendo uma garrafa baixa e arredondada(tipo o Anne – Boticário) e a tampa era como se fosse a flor copo-de-leite. Já naveguei muito pela net e não consigo encontrar, até porque não me lembro do nome. Estou querendo listar meus perfumes e, infelizmente, esse perfume causou discórdia na minha família. Derrubei o líquido e joguei o frasco fora! A aparência também lembra o frasco dos perfumes da Jeanne Arthes. Se puder me ajudar, agradeço.
    Parabéns pelo blog!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s