Valentina, Valentino

Não me lembro de onde ou de quem, mas o fato é que recebi uma amostrinha do Valentina EDP. Se eu estava curiosa por ele? Sim, por alguns motivos: pela beleza do frasco (ainda caio nessas…) e pela simpática propaganda onde a jovem, bela e ‘revoltada de boutique’ Valentina foge pela cidade enquanto seu nome é gritado aos quatro ventos… mas aí depois veio na cabeça a medíocre história do Rei do Camarote e agora fico imaginando a despenteada Valentina pedindo o raio da ‘bebida que pisca’. Acabou o encanto…

Agora, uma coisa: li que ele é considerado oriental floral. Onde? Só se for no camarote da  Valentina, pois pra mim ele é um floral branco com toques frutais…

Mas vamos lá: abre com uma deliciosa nota cítrica e ao mesmo tempo doce, que eu associei a cidra, marmelo com um toque de suco de laranja. Tem o cítrico/fresco e ao mesmo tempo algo de polpa mais tenra, doce e carnuda, por isso pensei no marmelo…

Em seguida aparecem flores brancas delicadas, nada inebriantes. São refinadas, juvenis. Tem aqui um toque frutal forte que eu achei um tanto quanto sintético, mas que acrescentou alguma graça e atitude para as despersonalizadas flores brancas de Valentina.

O fundo do perfume é macio, docinho, elegante. A presença da baunilha não é arrebatadora, nada gourmand. Tem um bela nota amadeirada.

Valentina é um perfume elegante. Juvenil, porém elegante. Foi criado por Alberto Morillas e Oliver Cresp e lançado em 2011.

Notas de saída: bergamota, trufa branca de Alba (nunca vi, cheirei ou comi, desconheço o aroma, mas na minha cabeça tem cheiro de cogumelo misturado com batata – e nada disse senti no perfume, então, devo estar maluca mesmo).

Notas de coração: tuberosa, jasmim, flor-de-laranjeira, morango silvestre.

Notas de fundo: âmbar, baunilha, cedro.

Apesar de ter gostado do Valentina e achado que a propaganda não prometeu em nenhum momento mais do que oferece o perfume, tenho uma questão a trabalhar: Valentina, pra  mim, é a sexy personagem de Guido Crepax. E não, tal perfume não orna com ela… tenho que pensar que são duas Valentinas, cada qual com seu encanto e sedução. Aí sim!

Anúncios

6 comentários sobre “Valentina, Valentino

  1. Helen, associei a baladinha com cara de vip que a Valentina da propaganda vai com a história esdrúxula do tal Rei do Camarote (joga no youtube). Quanto a Valentina do Guido Crepax é uma personagem de um HQ voltada ao público adulto, tem conteúdo erótico.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s