Ambretta, Companhia da Terra

Ambreta -  Perfume de Ambergris. Exótico, seco, suave, sensual...

Veio entre as amostrinhas da Barbarella, e matou um pouco da minha curiosidade pelos perfumes da Companhia da Terra, marca nacional lá de Petrópolis, atuante desde 1976.

A marca possui várias fragrâncias em seu portfólio, os frascos são lindos e ‘puxam’ para a estética vintage, tudo tem cara de produto de botica de antigamente, sabe? O ruim é que existem muitos comentários de falhas nas entregas de compras feitas no site e no atendimento em geral… Eu nunca tentei, não posso dizer nada.

O Ambretta é feito com almíscar vegetal, extraído da planta Abelmoschus moschatus (planta aromática originária da Índia. Conhecida por suas propriedades medicinais e seu aroma único, tem sido utilizado como um substituto à base de plantas para o musk animal em fragrâncias. As sementes, vagens, folhas e brotos são usados ​​na culinária, e as flores são por vezes usados ​​para dar aroma e sabor do tabaco. Os frutos contidos nas vagens são moídos e depois destilados para a obtenção de um sólido denominado manteiga de ambretta. A planta também é conhecida pelo nome de Musk Mallow).

Curiosidade: a planta pertence ao mesmo gênero que nosso conhecido quiabo. Sim, ele mesmo, o Abelmoschus esculentus. E sabe como descobri isso? Buscando imagens da planta pra colocar aqui. Achei as flores e as vagens tão parecidas com os pés de quiabo que meu pai tem lá no sítio… Olha só:

Quiabo:                                                        Musk Mallow:

no HD illustration available(4)    no HD illustration available(4)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O perfume lembrou-me do Wild Musk da Coty! Mas calma, não desmaiem, falo da colônia, e não da mágica poção vendida em pequenos vidrinhos nos anos 80/90. E tem um quê a mais: inicia seco e adquire cremosidade rapidamente, como aquela receita que você tem certeza que não vai pegar ‘ponto’, e de repente fica do jeito que a ilustração do livro culinário mostra! Pura alquimia!

Depois de 2 horas na pele já estava bem suave, e daí me lembrou de tantas colônias que levam o nome ‘Musk’: aquela coisa meio sabonete, confortável, morninha de sol. A sensualidade discreta de uma cama de lençóis brancos, sabe?

Não tem traços alcoólicos nem mesmo na saída, embora em minha percepção seja daqueles perfumes de uma única nota, matéria prima dissolvida em álcool de cereais, sabe? Clássico, em produção pela marca desde 1978.

Prato cheio para os saudosistas dos anos 80 e para os amantes de colônias clássicas!

Lembra:

Deo Colônia Coty Wild Musk 500 ml         

 

 

Anúncios

21 comentários sobre “Ambretta, Companhia da Terra

  1. Bom dia!!!!!! eu conheço bem essa loja. já comprei 5 vezes lá e realmente: demoram pra entregar. mas vem direitinho. paguei com cartão de crédito na boa. Sou de Guarulhos SP. demorou uns 25 (sempre). Comprei um pequeno Almíscar, para provar: horroroso. nem para lençol eu consegui usar. e não consigo definir pois joguei fora. Mas o Patchouli… ah, esse eu adoro, é para quem gosta mesmo. na pele é muito profundo mas na roupa e no ambiente: não vivo sem. agora vou provar esse Ambreta, pois sou saudosista do Musk Coti. obrigada pela resenha. adoroooooooo. Bjusss

  2. Oi, Diana, tudo bem? mudando o assunto do blog, como moro no litoral, vejo que a tampa de alguns perfumes estão oxidando. Guardo eles em local fechado, mas mesmo assim parece que estão sendo corroídos e ficando sem brilho (somente na tampa). Não uso maquiagem e só pego nos frascos quando minha mão está bem limpa. Estou preocupada pois a fada do meu Féerie está ficando sem brilho, fosca…. vc conhece algum produto que possa amenizar esse dano? Te pergunto pq sei que tens muito cuidado na manipulação de teus queridos.

    Bjins
    Daiana

    • Daiana, a tampa do meu Féerie fica opaca tbém, eu lustro com uma flanela ou toalhinha e ela volta ao normal. Essa corrosão não seria por causa da maresia não? Já ouvi falar que objetos de metal no litoral sofrem com esse mal…

      • Pois é guria, mas olha, eu cuido tanto, mas tanto…tenho até cloreto de cálcio para absorção de umidade. Vivo polindo as tampas de metal, mas sempre ficam foscas….Eita maresia danada.

  3. Eu tenho e gosto muito mas o sinto claramente picante. Parece um perfume herbal com pimenta branca! E sempre sou elogiada com ele. Outra coisa, os excelentes e lindos produtos da Cia da Terra têm um poder fixante fantástico. Adoro e recomendo sempre.
    Bjus

  4. amo ambreta,nao vivo sem, é minha marca, é minha cara…deu certo em minha pele,só acho que demoram muito pra entregar,mas vale á pena esperar…foi um casamento perfeito.amooooooooo.

  5. Olá, boa tarde. A Marca Companhia da Terra foi licenciada para uma empresa de cosméticos do Rio de Janeiro e agora essa empresa produz e comercializa a linha de águas de toilete da Cia. da Terra. São oito fragrâncias: Almíscar, Ambreta, Patchouli, Água de Verão Damas e Água de Verão Cavalheiros, Camaris, Flores e Capim-Cheiroso.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s