Ambre Gris, Balmain

Imagem

O que dizer de um perfume tão multifacetado! É feminino? Sim. Poderia ser masculino? Perfeitamente. É doce? É. É amadeirado e resinoso? Também. Tem toques apimentados e “secos”, típicos de perfumes masculinos? Sim, muitos.
Ambre Gris é um espetáculo, já anunciado pela tampa dourada, redonda e texturizada, como se fosse globo de luz para iluminar a noite aprisionada neste perfume. O frasco é sóbrio, de linhas retas e cinzento. Apenas uma etiqueta com seu nome e a casa responsável por ele, a Balmain. Precisa de mais? Ah, a caixa! Branca (mas acho que devia ser preta), aveludada, com encaixe perfeito pra o frasco. 
Ambre Gris me faz sentir dominante! Seu aroma é noturno, aveludado, inquietante, agressivo, selvagem e profundo. As madeiras reinam absolutas e mutantes, ora revelando facetas femininas e sutis, ora masculinas, cheias de virilidade. Durabilidade de aproximadamente 6 horas na pele.
Ambre Gris foi lançado em 2008, e o perfumista responsável pela obra é Guillaume Flavigny. 
Notas de saída: pimenta rosa, bezoin, mirra e canela
Notas de coração: tuberosa, immortelle
Notas de fundo: âmbar, bezoin, madeira guaiac (palo santo) e musk branco.
NADA do produto vindo das baleias cachalote que o nomeia, o âmbar cinzento! Mas acho que o produto final, a combinação de todas suas notas remetem ao precioso produto orgânico. 
Um ode aos sentidos!

 

Anúncios

5 comentários sobre “Ambre Gris, Balmain

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s