Casmir, Chopard

Imagem

Antes de tudo: não tem tampa por ser um tester. Muitas vezes compensam pela questão financeira, e não ganhei na loteria (ainda) para manter o vício e a paixão da forma que eu gostaria, isto é, comprar um perfume por dia…

Ambições a parte, vamos ao inebriante Casmir…

Sempre que uso ele ouço comentários sobre chocolate: “nossa, que cheiro de chocolate!”. Até que uma senhora aqui do trabalho soltou a máxima: “que cheirinho de chocolate quente temperado, cremoso, tipo suíço…” e eu fui à loucura!

Casmir tem um quê gourmant diferente dos outros da família Oriental Vanilla. Não é agressivo como o Angel, não é a baunilha infante e caramelada do Pink Sugar. É baunilha madura, especiada, quente e vívida. Já cheguei a pensar que o Casmir é o Angel sem o patchouli…

Criado em 1992 por Michel Almairac para a casa Chopard, remete aos mistérios de terras distantes e místicas. É sedutor, comestível, aveludado. É esfumaçado. Embora seja um perfume dos anos 90, não tem notas de especiarias muito marcadas, como o Obsession. Ele é o tal “chocolate quente temperado, cremoso, tipo suíço” mesmo…

Notas de saída: pêssego, damasco, framboesa, cassis.

Notas de coração: mandarina, cravo (a flor), canela.

Notas de fundo: baunilha, benzoim, fava tonka, opoponax.

Casmir é pura gula e tentação! Delicioso para os dias frios.

Anúncios

9 comentários sobre “Casmir, Chopard

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s