Habit Rouge, Guerlain

ImagemTire-me o sono, Guerlain! Como você consegue fazer perfumes com tamanha maestria heim? Como, como?

Habit Rouge foi criado por Jean-Paul Guerlain em 1965, e reformulado em 2003. Pela classificação, é masculino. Acho perfeitamente compartilhável e quero um. Ganhei 3 amostras generosas do amigo Denis do blog 1nariz, no dia em que nos encontramos para uma adorável conversa perfumística. Neste dia ele me apresentou Jicky, Cuir de Russie e me deu esses flaconetes do Habit Rouge. Embevecida com os dois anteriores, deixei o Habit para lá, até que esses dias resolvi prová-lo, e claro, imediatamente me apaixonei…

Habit Rouge é Guerlain. A cara da Guerlain. A Guerlain antiga e suntuosa, com todo o poder do guerlinade e a ousadia das notas herbais e com um toque animálico, aqui representado pelo couro. Enfim, ele é maravilhoso!

Abre com a nota herbal e adocicada do manjericão e uma profusão de cítricos, logo em seguida se mostra amadeirado e especiado, com notas florais nada esmaecidas. São poderosas, sem serem agressivas. São encantadoras… O sândalo e o patchouli dão uma leve “ardência” ao perfume, porém nada incômodo, tudo aparece com muita classe e elegância! As notas abaunilhadas, resinosas e de leve sugestão medicinal do fundo se confundem com o couro e com a profundidade do musgo de carvalho em uma dança, quase ritualísitica! Daí elas se confundem, se fundem, se tornam uma coisa só. O resultado é magnífico! Passo a não mais distinguir as notas que o compõe e me resigno apenas e admirar e me inebriar com sua beleza!

Habit Rouge é animal selvagem no cio, correndo incansável em campos férteis e plenos de flora. 

Mesmo depois de muitas horas na pele, Habit Rouge mantém o toque aveludado e o atalcado mais delicioso do mundo. Atrevo-me a dizer que foi o “guerlinade” mais bem orquestrado que já senti…

Notas de saída: laranja, manjericão, bergamota, jacarandá, limão, lima, tangerina.

Notas de coração: cravo, sândalo, patchouli, canela, jasmim, cedro, rosa.

Notas de fundo: ládano, couro, âmbar, bezoim, musgo-de-carvalho, baunilha.

Habit Rouge, Jicky e Shalimar terão sempre um lugar especial nas prateleiras do meu coração! E quanto mais da Guerlain antiga, vamos dizer assim, eu conheço mais embriagada e apaixonada fico! 

Anúncios

6 comentários sobre “Habit Rouge, Guerlain

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s