Eau des Baux, L’Occitane

Fiz uma troca de delicadezas com a querida Barbarella, e tive a oportunidade de conhecer o Eau des Baux, da L’Occitane. Teoricamente ele é masculino. Mentira. É perfeitamente compartilhável.
Segundo informações da L’Occitane, o perfume foi inspirado em uma antiga ordem de cavaleiros medievais: Les Baux (lê bô, é assim que se fala) de Provence é uma lendária cidade-fortaleza no sul da França. Os ‘Cavaleiros de Les Baux’ tinham o cipreste comosímbolo de força e coragem. A cor da caixa é vermelho escuro, referência a cor do uniformede tais Cavaleiros, e a estrela de ouro e prata na caixa e no frasco também era um dos seus símbolos.
E agora faz algum sentido, e explico o porque: ao borrifar o perfume, fui invadida por uma baunilha exibida, cheia de si. Não arrogante ou petulante, pois isso acarretaria em antipatia. Ela é aparecida mesmo, quer ser o centro das atenções. Aposto que esses Cavaleiros de les Baux também se achavam…
Além de tudo, essa baunilha vem cheia de adereços, cheia de nuances de outras notas olfativas! A baunilha é o Cavaleiro mais festejado, o mais corajoso e querido entre os habitantes de tal vila. A fava-tonka, o cardamomo, o cipreste (com cheiro de folhas de pinheiro esmagadas), o incenso são sim cavaleiros importantes, porém menos condecorados. 
Sinto em Eau des Baux uma grande festa olfativa, sem grande distinção entre as fases evolutivas do perfume. Pra mim as notas aparecem todas juntas, aos borbotões. Só no final que a baunilha se torna incensada, com um quê ambarino, e perde toda sua ostentação. Torna-se sensual.
Se eu fosse colocar uma ‘ordem’ em tal desfile, ficaria assim: baunilha – fava tonka – algo atrevido, apimentado, porém breve – cardamomo (com uma leve nuance de gengibre cristalizado) – cipreste (que eu sinto como folhas de pinheiro) – incenso – notas ambarinas – chocolate.
Na verdade, pouco difere das notas de sua composição…
Notas de saída: pimenta-rosa, cardamomo.
Notas de coração: cipreste, incenso.
Notas de fundo: baunilha, fava-tonka. 
Então, tais Cavaleiros me conquistaram… 
 

 Região de Les Baux-de-Provence, França.

Anúncios

10 comentários sobre “Eau des Baux, L’Occitane

  1. Que bom que você gostou! Também o acho perfeitamente compartilhável. Linda resenha, Diana, linda! E o Nirmala, mulher, que perfume d i v i n o, cheiro a tampa dele todo dia! Você não faz ideia do quanto contribuiu para eleger minhas prioridades perfumísticas, mudou tudo aqui. rsrs

  2. Meu Deoooos! Preciso experimentar essa maravilhosa essência… :c
    Amo baunilha, ainda mais essas “aparecidas”kkkk
    Assumo que não sou muito fã da L’Occitane pelo fato de serem beem “colonias” e a projeção e fixação não me agradam muito, mas esse é um pouquinho melhor quanto a esses quesitos?
    Como faço pra conseguir uma amostrinha? Queria tanto provar… *—-*

    Beijos e como sempre, deliciosas suas postagems! 😀

  3. Ficou linda, Diana! Tbém curto muito o Le Baux…que de viril nada tem. Totalmente compartihável! Parabéns! Tomara que consigas amostra do TV…ficarás extasiada com ele, pois é o LB mais intenso e com doses estupendas de mel, própolis e ainda mais âmbar e baunilha incensada. 😮 imagine a cena!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s