Burberry Brit Red, Burberry

Já aviso: é descontinuado, desaparecido. Sabe-se lá o motivo… O fato é que encontrei o meu pequenino de 30 ml – já pela metade – no meio das prateleiras abarrotadas da loja Boa-Ke, do gentilíssimo (e maluquete) Sr. Bao, no Shopping 25 de Março.

Está sem o borrifador, tirar do frasco exige a manobra de apertar o ‘tubinho branco’ (ô coisa que machuca o dedo!) para o conteúdo escorrer na sua mão e daí você passa onde bem entender…

Foi criado em 2004 por Nathalie Gracia Cetto, e juro que ao ler suas notas olfativas oficiais fiquei pensativa: ou meu nariz é uma droga ou a ‘alquimia’ aqui é truqueira… Mas espera, vamos pesquisar mais…

Brit Red é um oriental floral intenso e com facetas doces. Para mim ele abre com uma profusão de frutas vermelhas explodindo de maduras: groselhas, framboesas e amoras. Todas elas caem das árvores direto em um tacho de calda com toque de gengibre e favas de baunilha. Sabe o que me lembrou? Bolo de Natal. Daqueles todos caprichados, com frutas delicadas, saborosas, e suculentas grudadas cuidadosamente na cobertura de glacê. No fundo, a massa do bolo especiada, com o toque quente do gengibre, algo de noz moscada e essência de baunilha. Nas mesa, obviamente enfeitada para a ocasião, vasos de rosas vermelhas repolhudas, daquelas enormes e de pétalas gordinhas! A união dos aromas do bolo e das rosas é intenso, inebriante e exótico!

Mas não. Nada de frutas vermelhas no Brit Red. Oficialmente, essas são suas notas:

Notas de saída: jasmim, bergamota, ruibarbo.

Notas de coração: gengibre, rosa, patchouli.

Notas de fundo: benzoin, baunilha.

E como saber do aroma do tal ruibarbo? Pesquisando, achei que ele é “azedo e de sabor refrescante, com facetas de morango, muito popular em sobremesas em os EUA principalmente bolos e tortas. Ele combina muito bem com especiarias orientais como canela, noz-moscada, gengibre e açafrão”. Quando o ruibarbo cresce ao ar livre, não tem a cor vermelha característica. A cor vermelha é conseguida através do plantio em tendas ou abrigos. Daí ele também fica mais doce e com o caule mais macio.

http://www.grit.com/departments/rhubarb-cultivation.aspx

Então eu não estava tão louca assim: tem lá sua semelhança com morangos (que são frutas vermelhas) e é usado em bolos e tortas. Olha só meu bolo natalino aí, gente! A fixação dele é muito boa, mais de 6 horas na pele com facilidade. No final ainda deixa escapar o aroma do profundo e terroso patchouli e uma ‘fumacinha’ balsâmica bem suave, discretíssima, vinda do benzoin.

Brit Red quase faz um gol para o time dos gourmand, mas as rosas são boas goleiras e afastam a bola de tal caminho… E tem a ajuda toda-poderosa do patchouli também.

Brit Red foi a primeira fragrância a utilizar o ruibarbo em sua composição, segundo site especializado.

Agora, dona Burberry, me diga? Por que raios descontinuar essa delícia?

Anúncios

4 comentários sobre “Burberry Brit Red, Burberry

  1. Oi Diana, como eu disse em outro comentário; to ficando louquinha por perfumes também! rsrsrs…
    Comprei recentemente alguns perfumes da Burberry e me apaixonei pelo Brit, ficou uma delícia na minha pele. Ao ler este post do Red me surpreendi; não sabia que na 25 de março havia perfumes importados, até porque faz muitos anos que saí de Sampa. Eles realmente são originais? Os preços são mais em conta do que os das lojas virtuais? Gostaria de algumas dicas de lojas.
    Bj e sucesso!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s