Les Orientaux: Musc, Molinard

67498W

Está friozinho em SP! Aquele de outono, com solzinho morno! E as noites estão lindamente frias! Dá vontade de tomar vinho, chocolate quente, ficar embaixo das cobertas… E ainda posso usar meus perfumes mais fortes sem causar desordens nos locais públicos…

Les Orientaux: Musc, é para ser usado com moderação ou torna-se um monstro. Tem nele algo da selvageria do Muscs Koubai Khan, do Serge Lutens – aquela coisa animálica, quente, sensual, sujinha – misturada a notas gustativas e adocicadas, que aparecem depois de algumas horas de uso.

Como no KK do Sr. Lutens, o Musc da Molinard ‘amansa’: de indomável se torna selvagem, de selvagem fica arisco, e com as horas de convívio até mesmo mostra facetas doces. É aquele gato arisco que com o tempo se acostuma com o dono e as vezes até deixa pegar no colo. Recebe carinhos breves, mas nunca se deitará de barriguinha pra cima fazendo charme e pedindo atenção…

Suas notas olfativas oficiais me confundem. Sinto sua pirâmide toda desordenada. Minha percepção: abre com almíscar bruto, aquela coisa entre o doce e o sujo, o atraente o o repulsivo. Depois de algumas horas aparecem a tonka e a baunilha para adoçar a vida de quem está usando o perfume. Sinto ainda ambrette, o chamado ‘almíscar vegetal’, que conheci enquanto matéria prima em uma vista ao Dênis Pagani. Se não me engano, pertencia a uma amiga em comum que também estava nessa visita, a Careimi

Lá no final aparece tímido o sagrado sândalo, envergonhado em meio a tantos aromas profanos, gulosos e carnais. As avelãs  citadas nas notas oficiais aparecem junto com o sândalo: os dois, de mãos dadas trazendo algo leitoso, farinhento.

Notas de saída: avelãs.

Notas de coração: sândalo, baunilha.

Notas de fundo: almíscar, cumarina.

Foi criado em 1995 e é de excelente custo-benefício, como a maioria dos perfumes da Molinard.

Agora vou fazer jus ao nome do blog, aloucadosperfumes vai dizer o que acha de verdade: misture com o Koubai Khan do Lutens um pouco do Bal a Versailles e um pouco do Chocolovers da Aquolina. Agora chacoalha pro bicho ficar bravo e depois dá uma aguadinha na mistura. Vai explodir? Vai. Moderem nas borrifadas.

Imagem

Imagem retirada daqui: http://www.caliandradocerrado.com.br/2012_04_01_archive.html

 

 

3 comentários sobre “Les Orientaux: Musc, Molinard

  1. Namoro Molinards a tempos, e realmente, o custo benefício é uma lindeza!
    Mas esse bichinho deve dar um calor!!!! Adoro musc pronunciado, curiosei muito com ele. Um dia topo com uma amostra

Deixe uma resposta para Carla B Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s