J’Aime La Nuit, La Perla

Algumas marcas de lingerie famosas pecam pelo exagero e pela cafonice. E sim, acabam passando isso para os perfumes que levam seu nome. Não é o caso da La Perla. Visitei o site da marca e vi que suas criações continuam deslumbrantes e cheias de classe!

A perfumaria La Perla até hoje não me decepcionou, gostei de todos que conheci! Estou agora na ‘missão’ de redescobrir meus perfumes, encontrar aqueles que estão lá no canto quase sem uso. Hoje encontrei-me com o J’Aime La Nuit: frasco de 30 ml que parece uma miniatura, linhas retas e classudas, cor entre o negro e o violáceo – depende da luminosidade que recebe.

A primeira impressão foi de algo ‘comestível’, fiquei procurando um nome para tal gostosura e pensei em nougat, mas não exatamente. Senti cheiro de frutinhas roxas, seria mirtilo? Seriam uvas daquelas quase pretas, miúdas e bem doces (acredito que o nome seja Santa Isabel)? Logo veio o cheiro de rosas polvorosas, um tiquinho de jasmim só pra dar graça e outro quê floral que já senti em muitos perfumes mas nunca sei nomear.

E justamente aqui vou pra outro ponto: uma vez, em um grupo do facebook voltado para a perfumaria, comentou-se que muita gente faz resenhas de perfumes sem ao menos conhecê-lo, apenas usando informações do Fragrantica ou outros sites especializados. Acho isso o fim! Como falar de algo que não se conhece? É como falar do gosto de algo que nunca comeu! Mas enfim… Lá comentei que sim, uso o Fragrantica para listar as notas olfativas oficiais, data de criação e esses dados técnicos que acho importantes constar nas resenhas. Fazer resenha baseada nas opiniões de um site, nunca!

Voltando aquela nota floral que eu não sei nomear, lembra? Então… aí vi uma coisa interessante:  já senti esse cheiro em outros perfumes. E sempre que vou ver as notas oficiais da coisa me deparo com a orquídea! Então, essa flor adoçada, macia, profunda e quente é uma orquídea! Preciso ir urgente a algum orquidário ou ao Ceasa cheirar loucamente flor por flor me apresentar formalmente pra tal integrante da família Orchidaceae

J’Aime La Nuit tem traços do Insolence, do Le Petit Robe Noire e do Joop! Le Bain. Tem em muitos momentos o atalcado róseo amendoado que me lembra cheiro de óleo infantil, tem a abertura rosa-flúor, tem uma doçura que milagrosamente, não vem de baunilha! É ambarina e amadeirada, sem deixar de lado o ‘picante’ de suas notas florais. Tem frutinhas maliciosas, coloridas, suculentas e pequenas, pra caber na boca de uma só vez!

Foi um grande reencontro, J’Aime La Nuit! Te verei mais vezes…

Perfume criado em 2008, suas notas olfativas oficiais são:

Notas de saída: pera nachi, flor de uva, rosa, cardamomo

Notas de coração: rosa, jasmim, orquídea.

Notas de fundo: âmbar, madeira Cashmere, madeira Amyris.

Anúncios

8 comentários sobre “J’Aime La Nuit, La Perla

      • Pior do que fazer resenha sem cafungar é se se resumir a “recebi esse perfume da assessoria. não sei descrever cheiro. mas eu amei. tem cheirinho de menina rica. fica bem floral. muito amor. ” Cansei de ver isso ou mais ou menos isso em blog. Me dá nos nervos! Pior quando é um perfume que eu tô interessada e só vejo essas it falando nele. E as asneiras de “hoje vamos falar sobre perfumes. lição número 1: nunca use perfume vencido”. Olha, não está sendo fácil, já dizia Kátia Cega.

  1. Isso de ‘cheiro de rica’ me tira do sério. Acho tão besta… A lenda sobre os perfumes vencidos sempre nos perseguirão. Sou a favor delas todas doarem seus perfumes vencidos pra gente, que tal? E sim, Kátia Cega sabia de tudo…

  2. Aiaiai, seguindo os comentários acima, acho um absurdo lojas que vendem perfumes enviarem frascos ( e dos grandes, na maioria 100 ml) para it girls blogueiras ( e sei lá o q), sendo que o blog das ditas cujas não são especializados em perfumes. Fico de cara com isso, pois eu, por exemplo, jamais compraria um perfume se baseando em comentários, tais como ‘cheiro de ryyyyca’, ‘cheiro de banho’ etc e tal. Acho que tá faltando bom senso da parte de assessoria de vendas dessas lojas, só pode, ainda mais que tem excelentes blogs de perfumes, tais como o seu Di, o da Dâmaris, da Van, da Beth, da Cris, do Dênis e de outros, que realmente se aprofundam no assunto e tentam, ao máximo, fazer descrições verossímeis dos perfumes e, detalhe: de graça, sem patrocínio, sem frascos brindes (salvo raras exceções), fazem pelo simples fato de amarem o assunto e do desejo de compartilha-lo com os outros. Falei demais?
    Di,
    Bjins

    • Concordo com tudo que vc colocou. A questão é que essas meninas são formadoras de opinião, mesmo que muitas vezes pouco tenham a acrescentar. E elas têm milhares de seguidores, então tudo que elas dizem usar causa alvoroço… Não sei se é pior elas terem tanto apoio das assessorias ou se é pior saber que mesmo com comentários vazios elas arrebanham tanta gente…

      • Pois é, tá aí algo que me preocupa…Passou o tempo em que os pensamentos de Gandhi, Martin Luther King, Paulo Freire, Milton Santos, Florestan Fernandes ( e muitos outros) serviam de referência para a maioria das pessoas (pelo menos é o que suponho). Hoje, todos só querem saber o que as pessoas que “aparecem na tv ou em vídeos” usam ou pensam da vida…uma banalização…triste…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s