Amour Nocturne, L’Artisan Parfumeur

Ganhei essa luxuosa amostra da amiga Andréa Faria! Como não ter siricuticos de curiosidade frente a um perfume caríssimo, de belíssima embalagem e chamado ‘Amor Noturno’? Minha alma que – esteticamente, deixo bem claro! – pende para o gótico, se encantou e imaginou um perfume vampiresco, escuro! Mas não é não…

Amour Nocturne é estranhamente gustativo: temos uma banheira com leite (achei que era leite de cabra misturado com leite de coco, algo entre o metálico e o adocicado) e caramelo. Mas aí aparece algo sintético, borracha, pneu novo ou algo do gênero. Afoito, mergulha no leite e pisoteia o caramelo.

O leite parece gostar desta impetuosidade, envolve-se com a borracha e fica um acorde interessante: meio humano meio máquina, uma coisa bem steampunk. O caramelo fica por aí, enciumado do enlace dos dois, e volta e meia tenta aparecer mais do que eles, elevando-se em nuvens esfumaçadas doces e escuras.

No final o aspecto leitoso ganha nuances amadeiradas secas e de doçura meio corporal. Cheiro de pele morna ao acordar, cheiro da gente que fica no pijama, entende?

E no final, depois de 4 horas de uso (depois disso ele sumiu na minha pele), senti algo como fósforo (antes de ser aceso).

Esquisito – e bom – o Amour Nocturne! Mas eu não pagaria as 115 Libras pedidas pelo site da marca.

Criado por Bertrand Duchaufour em 2013, suas notas olfativas são: cedro, leite, caramelo, orquídea, pólvora (!).

* imagem retirada daqui.

Anúncios

9 comentários sobre “Amour Nocturne, L’Artisan Parfumeur

  1. Realmente bem difícil esta quimica,também não investiria este valor em um perfume com notas e acordes tão estranhos!!Mas gosto cada um tem o seu,como devem ter pessoas que acham esta fragrância o máximo,não é mesmo?

  2. Me identifiquei demais com sua afirmação: “Minha alma que esteticamente pende para o gótico”. Tamo junto, sou assim tbém. Degusto com deleite cheiros orientais, densos, com especiarias, jasmim, rosa(um dos ícones da estética gótica). Fico de bom humor com inverno, frio e chuva, e moro em região serrana e fria de mata que na chuva fica “assombrada” por intensa neblina, hehe. Como bem descreveu, Amour Nocturne não é do naipe de “vampirescos” como Black Orchid, Bal a Versailles, Midnight poison, Bandit, Dark Aoud, Black XS l’exces e outros tantos, mas tem uma mistura inusitada e “curiosante”, não Diana? E essa pólvora no final? O encontro noturno termina em crime? Rs..

    • Belas palavras, Bira! Inverno, frio noite, chuva, neblina, tudo isso me agrada! Sou criatura da sombra, odeio sol, praia, dias claros, calor. Tenho sofrido horrores aqui em SP ultimamente! Será, que tal enlace acabou em crime passional… Abraços!

      • Não sei se conhece, mas é uma baunilha animálica, incensada, estilo “old school”, com muito couro, tabaco e flores. É pesado, só dá pra usar no frio mesmo. Faz o estilo do Cabochard, só que mais doce e incensado. Como a Elizabeth Casagrande diz no blog dela: “o perfume que um vampiro usaria”, hehe. Adoro.

  3. Eu enlouqueci nesse perfume! Enlouqueci de maneira a cogitar que seja o meu perfume! rsrsrsrsr Em mim saiu doção, essa coisa de caramelo derretido no leite e começando a pegar no fundo da panela depois de muito ferver. As notas esfumaçadas aparecem rapidamente dando equilíbrio o conjunto e fazendo com que eu, uma pessoa apaixonada por florais limpos, perdesse a cabeça por ele.

  4. Delicioso esse perfume, provei o da Cirlei ontem e achei maravilhoso, tomei banho e hj estou sentindo o cheiro dele na alça do sutiã, já fui até procurar o preço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s