Tuberosa do Egito, Phebo

Quando falei da colônia Limão Siciliano, deixei clara minha admiração pela Phebo/Granado e contei um pouco da história da marca. Anteriormente usei o sabonete (maravilhoso) Tuberosa do Egito e sempre ‘uso’ as colônias tester da  prateleira da perfumaria aqui perto do trabalho. Cara de pau né?

Acho todos os frascos da linha Mediterrâneo muito bonitos, com seus rótulos ricamente ilustrados! Li em algum lugar sobre a arte das embalagens, mas como não tenho a fonte não vou estender o assunto.

Tuberosa do Egito começa com uma profusão de jasmins e tuberosas bem naturais, como se de repente eu estivesse abraçada a um farto e fresco ramalhete de tais flores. Rapidamente a tuberosa sobressai e adquire um aspecto emborrachado, ‘chicletado’, plastificado! Gosto dessa faceta da tuberosa. E é aqui que ele lembra o Truth or Dare.  

Em seguida vai surgindo um cheiro que nos é familiar: cheiro de batom, de pó compacto, de maquiagem de farmácia! Daqueles com cheiro bem característico e preço acessível, dos que cobiçamos nas penteadeiras de nossas mães e avós quando jovenzinhas!

Mais pra frente surge um nota empoada de rosa e um breve tom almiscarado que torna a colônia mais ‘macia’. Porém, na maior parte do tempo senti esse cheiro ‘vintage’, nostálgico e por que não dizer, um pouco antiquado.

Adorável cheiro de penteadeira, tem o Tuberosa do Egito!

Notas de saída: tangerina, bergamota e notas florais.

Notas de coração: rosa, tuberosa, jasmin sambac.

Notas de fundo: âmbar, patchouli e almíscar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s